2019: As características do ano que será regido por Marte | Por Lyziane Menezes

Você sente que o tempo está acelerado, ou que não consegue fazer tudo o que gostaria? Já chegou ao final de um longo dia de trabalho e ficou com a sensação de que trabalhou muito, mas de que ao mesmo tempo nada fluiu direito? Se você respondeu “sim” a alguma destas questões, te convido a parar e refletir sobre o que você pensa sobre “tempo” e “espaço” antes de começar a traçar o seu 2019.

Durante todo este ciclo de 36 anos regido por Saturno, que começou em 2017 e estende-se até 2052, seremos convidados a revisitar – e nem sempre com tanta paciência assim, pois o nosso professor é um tanto rigoroso, exigente, e por isso às vezes até um pouco mal humorado – o sentido do que compreendemos a respeito destas palavras, as quais sustentam percepções importantes de nossa consciência.

Saturno, filho do céu e da terra e também conhecido como Cronos ou “Senhor do Tempo”, postulava que o TEMPO é basicamente composto por duas dimensões: o tempo do relógio (aquele que é marcado pela hora em si, de forma exata) e a qualidade relativa a este tempo (uma dimensão mais sutil, que se refere à forma como usamos ou aplicamos este tempo, ou mesmo o legado que deixamos por meio dele, por exemplo).

ESPAÇO pode ser definido como uma extensão que separa e integra o plano material. No aqui-agora da jornada terrena, podemos estabelecer dimensões para o espaço, tanto em termos de altura, como de largura e profundidade, constituindo assim matéria. Albert Einstein, famoso físico alemão, já em 1905 nos anunciava: E = mc² (E = Energia; m = massa; c = velocidade da luz).

Porém, nem tudo é composto somente de matéria física: o imaterial existe, e a física quântica tem feito muitos avanços neste sentido, representando hoje uma espécie de “Ciência da Consciência”. A habilidade de estar em contato com sua própria existência, de dar-se conta do que acontece dentro e também do que acontece fora ao mesmo tempo, de saber o que se está sentindo, significando ou pensando, é um exercício intenso e valioso, que envolve experiências e habilidades que vão além do corpo físico, integrando assim o emocional, mental, espiritual, em um todo de sentidos.

Quando conseguimos unir estas duas forças, um potencial criativo imenso se abre para todos nós.

Ok, mas Lyzi, onde entra Marte, o planeta regente, em todo esse assunto?

Para compreender os ensinamentos que o Planeta Vermelho nos traz no ano que chega, a primeira orientação é: comece entendendo a lição de Saturno. E somente após, com clareza e discernimento sobre suas escolhas – e, portanto, sobre sua liberdade – siga em frente. Mas daí siga em frente mesmo, não olhe para trás!

Marte é um planeta associado à Coragem, Liderança, Iniciativa, Competitividade, Alegria, Rapidez, Força, Movimento, Instinto, Sexualidade, Paixão, Entusiasmo, Proteção, Individualidade, bem como tudo que envolve de algum modo nossa autoimagem para o mundo, o traço pelo qual queremos ser lembrados, a marca que queremos deixar por onde passarmos.

É por sua força e energia que toda a Mandala Astrológica se movimenta. Marte faz as coisas acontecerem, não fica esperando alguém lhe trazer se pode ir buscar. Sua energia nos estimula a prosseguir, mesmo que o caminho se torne difícil.

A última vez em que Marte foi regente de um ciclo foi no período de 1909 a 1944. Nesse período, ocorreram as duas grandes guerras mundiais: a Primeira, no período de 1914 a 1918; e a Segunda, de 1939 a 1945. Perceba então a energia forte que vem vindo por aí.

Marte é capaz de destruir a matéria pela força. Já Saturno nos ensina o valor da maturidade, da paciência, dos ganhos justos e merecidos, conquistados de forma ética, responsável e sem atalhos. O ponto em que estes dois planetas estiverem em seu Mapa Natal representarão uma poderosa fonte de energia. Cabe a você escolher se ela será para fins de luta ou de bem-aventurança. Então mesmo que você ainda não conheça o seu Mapa em profundidade, procure entender os conceitos que cada planeta nos trará na pauta, e busque estabelecer uma espécie de acordo entre ambos, para tirar o melhor proveito deste lindo momento planetário que estaremos vivendo.

O tempo é algo inerente ao Universo manifestado, ainda mais nesta linda Era de Aquário (século XXI), um momentum de Liberdade e infinitas possibilidades de Manifestação e Ascensão. Somos seres muito poderosos, precisamos ter consciência de nosso poder. É hora de ancorarmos a realidade e vivermos o presente, unindo passado-presente-futuro em nossos pensamentos, emoções e ações, respeitando o planeta, os Seres e suas diferenças.

Neste 2019 regido por Marte, recomendo que você se concentre ainda mais na voz do seu coração, escutando-a por meio da concentração e da intuição, para que suas ações sejam firmadas com base na vontade e no amor. Aproveite para relembrar quem você é, faça as pazes com as suas raízes, viva mais o presente, e traga assim à tona a sua missão de vida com fluidez e felicidade, tanto do ponto de vista pessoal como profissional.

Por Lyziane Menezes | Alquimista
www.lyzianemenezes.com.br | lyziane@lyzianemenezes.com.br | 51 998 240 243

Leia também da mesma colunista:
# Como a Numerologia pode ajudar na escolha do nome do bebê?
# Como a gestação pode influenciar na personalidade do bebê?

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *